A fundação de ação social de Bill Gates e de sua esposa é realmente uma organização que está à frente do seu tempo. Eles sempre pensam em soluções inovadoras para ajudar quem mais precisa. Um prova disso é a nova investida do casal: um desafio a cientistas do mundo inteiro pedindo que eles criem uma máquina que possa diagnosticar várias doenças diferentes e a partir de uma diversidade de amostras.

Essa máquina teria que conseguir identificar a presença de malária, HIV, tuberculose e outras em pacientes que tiverem amostras como saliva e sangue coletadas. O equipamento de “diagnóstico universal” teria também que ser desenvolvido de forma a ser completamente funcional em locais afastados, como vilas que não têm eletricidade disponível durante o dia todo.

Baixo preço

Gates ainda comenta que o preço para a fabricação deve ser baixo para viabilizar a produção em massa e a distribuição em locais carentes, como os países pobres da África. Para que os possíveis desafiados pudessem ter uma ideia do que ele quer dizer quando fala dessa máquina, essa imagem a seguir foi mostrada. O aparelho parece mais uma grande impressora, mas conseguiria receber as amostras na parte de baixo e detalharia os resultados na tela que fica acima.

Há uma recompensa para quem conseguir desenvolver um projeto que supra todas essas necessidades, mas um valor específico não foi comentado. No blog da instituição, Gates explica ainda que esse é um projeto muito importante e que vale a pena ser perseguido, mesmo que acabe não levando a um resultado prático.

Se você quer saber mais detalhes sobre a Bill & Melinda Gates Foundation, confira outras postagens do blog e veja no que mais o fundador da Microsoftestá interessado.

Cupons de desconto TecMundo: