(Fonte da imagem: Reprodução/Bloomberg)

O mundo dos bilionários é difícil de ser alcançado. Mas há muitas pessoas que conseguiram chegar lá nas últimas décadas. E quando pensamos nos mais ricos do mundo, precisamos nos lembrar de que a tecnologia é uma das principais formas de investimento para que o objetivo da riqueza seja alcançado. Prova disso está no fato de que o homem mais rico do mundo iniciou sua fortuna por causa de softwares.

Você já deve saber que estamos falando sobre Bill Gates, cofundador da Microsoft e dono de uma fortuna de US$ 73,9 bilhões, segundo o Bloomberg. E as empresas de tecnologia têm mais vários representantes no topo do ranking dos bilionários. Na oitava posição aparece Larry Ellisom, que fundou a Oracle e possui 23% das ações da empresa, acumulando US$ 39,9 bilhões. Em 15º, aparece Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, com US$ 28,4 bilhões.

Outros grandes nomes aparecem neste ranking. Larry Page (cofundador da Google) é o 16º e possui US$ 26,8 bilhões, enquanto Sergey Brin é o 20º, com US$ 26,5 bilhões. Quando analisamos apenas os bilionários com menos de 30 anos, Mark Zuckerberg aparece na primeira colocação do ranking — graças à fortuna de US$ 12,9 bilhões. No ranking geral ele fica em 74º.

E o Brasil?

Na lista da Bloomberg, o brasileiro mais bem colocado é Jorge Paulo Lemann, que é um dos principais acionistas da InBev, umas das maiores companhias cervejeiras do mundo. Ele fica na 33ª colocação geral. Nenhum brasileiro envolvido com o mundo da tecnologia foi citado na pesquisa da revista norte-americana.

Cupons de desconto TecMundo: