Uma pesquisa realizada pela Akamai, empresa de internet norte-americana, verificou que a velocidade média de conexão dos brasileiros é de 3,4 Mbps, deixando-a em 89º em um ranking mundial — o qual levou em conta os serviços disponíveis em 243 países durante o primeiro trimestre de 2015.

De acordo com esse estudo, batizado de “State of the Internet”, o Brasil é o 8º país da América Latina, ficando atrás de Uruguai (6,7 Mbps), Chile (5,7 Mbps), Mexico (4,9 Mbps), Argentina (4,6 Mbps), Colômbia (4,5 Mbps), Peru (4,5 Mbps) e Equador (4,1 Mbps).

Embora a média de velocidade aferida nos últimos três meses em terras tupiniquins represente 13% a mais do que no trimestre passado e um aumento de 29% quando comparado ao mesmo período do ano passado, ela ainda está abaixo da média mundial que é de 5 Mbps.

A pesquisa aponta também que apenas 31% das conexões brasileiras estão acima de 4 Mbps, que na visão da Comissão Federal de Comunicações dos EUA seria a velocidade mínima para considerarmos uma conexão como “banda larga”. Além disso, somente 2,2% oferecem 10 Mbps e só 0,5% entregam 15 Mbps.

Apesar de ser muito baixo, esse último dado levantado, e mencionado acima, apresentou um aumento de 54% em relação a 2014. Contudo, essa velocidade ainda está bem longe das médias mais altas registradas pelo estudo — as quais são da Coreia do Sul, com 23,6 Mbps, da Irlanda, com 17,4 Mbps, e de Hong Kong, com 16,7 Mbps.

Velocidade baixa, mas crescimento rápido

Embora a nossa conexão não seja das mais rápidas, o número de internautas brasileiros continua crescendo em ritmo acelerado. Atualmente, conforme dados coletados pela Akamai, o Brasil é a terceira nação com maior número de endereços únicos de IP: 48,1 milhões — ficando atrás dos EUA, com 151,8 milhões, e da China, com 127 milhões. Essa quantidade de registros de internautas brasileiros é 1,9% maior do que a apresentada no último trimestre e 17% do que no ano passado, sendo a maior alta em todo o mundo.

Por fim, o levantamento também aferiu a velocidade média a partir de rede de dados móveis. Na média, os brasileiros navegam a 2,5 Mbps usando seus smartphones ou tablets, sendo inferior às velocidades médias de Paraguai (4,1 Mbps), Uruguai (5,4 Mbps) e Venezuela (7 Mbps). Segundo a pesquisa, apenas 7,2% das conexões móveis no Brasil operam acima de 4 Mbps.

Cupons de desconto TecMundo: