Ministro Paulo Bernardo divulga dados do PNBL. (Fonte da imagem: Reprodução/Portal das Comunicações)

Na última quarta-feira (14), o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou, em audiência pública no Senado Federal, que a banda larga popular já chega a 1,2 milhão de lares brasileiros. A marca é alcançada menos de seis meses depois do lançamento oficial do Programa Nacional de Banda Larga, em outubro de 2011.

Em sua exposição, Bernardo apontou a melhoria da renda média do brasileiro na última década como o principal fator para o aumento do número de casas conectadas à internet no país. Isso seria ainda motivação para um interesse maior de empresas do setor no mercado brasileiro, que apresentaria mais potencial de expansão do que outras regiões.

Segundo o Portal das Comunicações, o ministro ainda teria revelado dados que mostram uma tendência do brasileiro às redes móveis. Segundo Bernardo, em 2011 o acesso à banda larga móvel cresceu 103%, enquanto que o número de usuários de banda larga fixa aumentou apenas 19%.

4G, banda larga no campo e novo marco regulatório

Para 2012, a prioridade é a licitação das faixas de 2,5 GHz e 3,5 GHz, além da faixa 450–470 MHz, que permitiriam a implantação da telefonia móvel de quarta geração no país, bem como o fornecimento de conexão rápida à internet para o meio rural.

Outro ponto que deve receber um cuidado especial por parte do Governo Federal em 2012 é a discussão sobre o novo marco regulatório das comunicações eletrônicas. Por meio de consultas públicas, o governo vai querer saber a opinião da população sobre temas ligados à radiodifusão e também às telecomunicações.

Cupons de desconto TecMundo: