O ano de 2016 não está sendo fácil para a Baidu na China. Em janeiro, a empresa foi condenada por ter divulgado conteúdos patrocinados promovendo promoções de hospitais e tratamentos sem identificar esses materiais como publicidade. Agora, a “Google chinesa” virou alvo da fúria internautas do país e está sendo investigada pelas autoridades por conta da morte de um jovem que se submeteu a uma oferta experimental anunciada pelo mecanismo de busca da companhia.

Wei Zexi era um rapaz de 21 anos de idade que sofria de um tipo raro de câncer e, procurando por um tratamento que curasse a doença, acabou encontrando links patrocinados do buscador da Baidu que promoviam um novo tipo de procedimento experimental em um hospital de Pequim. Um mês depois, o jovem escreveu sobre o ocorrido no fórum Zhihu, como uma resposta à pergunta “Qual você acha que é o maior mal da natureza humana?”.

Os familiares de Wei Zexi culpam parcialmente a Baidu pela morte do jovem

No seu comentário, Zexi escreveu que a instituição hospitalar tentou tratá-lo usando células geradas pelo seu próprio sistema imunológico para combater o câncer, afirmando que esse era um método efetivo desenvolvido em colaboração com a universidade de Stanford. Somente algum tempo depois o jovem descobriu que a instituição estadunidense e estudiosos estrangeiros haviam declarado o tratamento ineficiente e encerrado as pesquisas.

De mal a pior

Na época, o procedimento indicado custou 200 mil yuans (cerca de R$ 97,4 mil) a Zexi e sua família, sem obter qualquer resultado. “Eu não fazia ideia de como a Baidu era maligna... até agora”, acrescentou Wei em sua postagem no Zhihu. Em meados de abril, foi a vez do pai do rapaz ir até o fórum para informar que a doença de seu filho piorou subitamente e ele acabou falecendo. Os pais do jovem botam parte da culpa na Baidu.

O caso resultou em respostas furiosas por parte dos usuários da internet e colocou a empresa chinesa na mira das autoridades do país. Oficiais de Pequim afirmara que a Baidu deu mais prioridade aos lucros do que às pessoas e ordenou que a companhia limpasse os resultados de suas buscas. Com a divulgação do episódio e das investigações, as ações da empresa sofreram queda de 7,9%.

O ocorrido teve impacto na reputação da Baidu dentro da China, mas a empresa parece manter a confiança do público chinês

Embora no Brasil a empresa seja alvo de muitas críticas por parte do público, a companhia tem uma reputação bem mais positiva dentro da China, de forma que ainda é cedo para saber com certeza se a situação atual vai causar danos duradouros. Menções recentes à Baidu nos veículos de imprensa chineses têm se focado em relatos positivos sobre suas novas soluções de big data e inteligência artificial.

Cupons de desconto TecMundo: