A Virgin America é a única companhia aérea dos Estados Unidos que oferece WiFi em todas as aeronaves da frota, mas isso tem uma limitação: serviços que consomem muita banda são desabilitados para que todas as pessoas tenham acesso livre à rede, o que impede o uso de Netflix e YouTube, por exemplo.

Agora, a Virgin anunciou que uma parceria com a ViaSat vai levar WiFi mais veloz para os novos A320 da frota, que estreiam a partir de setembro deste ano. A conexão atinge até 130 Gbps, o que significa uma velocidade até dez vez maior que a atual.

O objetivo é fazer com que os passageiros se sintam em casa durante os voos, especialmente durante viagens mais longas. Isso é possível graças ao uso de uma antena dupla para captar tanto o sinal de satélites Ka (uma banda utilizada só recentemente) quanto os conhecidos como Ku (a mais comum para redes móveis e outros sinais).

As limitações da tecnologia ainda impedem que ela seja mais difundida: a tal antena híbrida ainda é muito recente e o uso é raro até mesmo em terra firme.

Os primeiros voos comerciais que terão o WiFi mais veloz liberado serão alguns voos para o Havaí que acontecerão no início de 2016. Se os testes forem bem sucedidos, a conexão será expandida aos poucos para o restante da frota. Essa conexão não será disponibilizada de graça, mas a Virgin America ainda não definiu qual será o preço cobrado pelo acesso.