O Pentágono e o Laboratório de Pesquisas da Força Aérea dos Estados Unidos estão envolvidos em um projeto ambicioso: um avião hipersônico de velocidade absurda para transporte de carga. A ideia é construir uma aeronave capaz de atingir a velocidade de Mach 5. Esse valor começa em 6 mil km/h e pode chegar a 12,2 mil km/h. Com tanta rapidez, é possível chegar a qualquer ponto do mundo em até quatro horas.

O modelo não seria usado para transporte de pessoas, mas de sensores, equipamentos ou armas — isso ainda depende muito de como será o desenvolvimento da tecnologia. A base para o novo jato seria o X-51 Waverider, que realizou um teste nessas condições insanas em 2013.

Porém, o modelo não decolou da terra (foi solto de uma aeronave maior já em movimento) e só ficou poucos minutos no ar por conta da falta de combustível. Ainda assim, ele atngiu Mach 5.1 no ápice do voo, sob uma altitude de 18 mil metros. Ou seja, a tecnologia ainda precisa ser aprimorada para que esse sonho seja possível.

O futuro é hipersônico

Não é por acaso que os Estados Unidos estão interessados na tecnologia que alcance o Mach 5. Segundo o Military.com, países como a China já trabalham com armas hipersônicas, como mísseis, que atingem velocidades incríveis antes do impacto. Ou seja, veículos capazes de transportar algo em tão pouco tempo também são muito bem-vindos para acelerar estratégias de combate e tempo de reação.

Um dos desafios é encontrar os materiais que suportem a alta temperatura gerada pela velocidade intensa. Além disso, o sistema de navegação precisa ser funcional para trabalhar com esses valores insanos e o motor de combustão (tecnologia original da Waverider) não pode apresentar qualquer tipo de instabilidade.