Quando o assunto é a velocidade para se viajar nos ares, a primeira coisa que vem à mente de muitas pessoas é o avião Concorde. Essa aeronave comercial supersônica realmente foi referência quando o assunto eram viagens rápidas entre dois pontos distantes na terra.

Porém, parece que o sinônimo de “velocidade” vai ganhar outro nome que pode desbancar todas as outras opções existentes no mercado: trata-se do N+2, avião comercial que está sendo desenvolvido pela famosa empresa fabricante de produtos aeroespaciais, a Lockheed Martin.

Esse avião já fez uma breve aparição no TecMundo, mas naquela época ele não passava de um conceito. Apesar disso, a empresa não informa qual é o andamento desse projeto e quando ele estará disponível para a aviação comercial.

No entanto, a Lockheed Martin informa que esse avião será capaz de realizar uma viagem entre New York e Los Angeles (um percurso de quase 5 mil quilômetros de costa a costa dos Estados Unidos) em apenas 2 horas e meia. A aeronave seria capaz de acomodar até 80 passageiros e utiliza um sistema de propulsão com três turbinas que reduz os efeitos supersônicos.

O AS2, projeto concebido pela parceria entre a Aerion e a Airbus

“Para conseguir reduções revolucionárias no ruído produzido na aviação comercial supersônica, um tipo totalmente novo de sistema de propulsão está sendo desenvolvido para o N+2”, afirmou Michael Buonanno, gerente da Lockheed Martin ao jornal DailyMail.

Outro substituto para o Concorde que também está em desenvolvimento é o AS2, aeronave fabricada com uma parceria entre a Aerion e a Airbus. Esse avião deve entrar em testes até 2019 e seus primeiros modelos devem chegar ao mercado apenas em 2022.