(Fonte da imagem: ShutterStock)

É bem provável que você já tenha visto muitos artigos com dicas para aumentar a velocidade do computador. Nós mesmos já fizemos algumas matérias com diversas sugestões para ajudar você que está sofrendo com problemas de desempenho.

Acontece que com o passar dos anos esses textos inteligentes vão caindo no esquecimento e poucas pessoas conseguem encontrá-los. Além disso, nem sempre é possível abordar todas as soluções, o que nos leva a produzir novos artigos com mais dicas.

Hoje, queremos mostrar que você pode aumentar a performance da sua máquina sem gastar um tostão. Também vamos falar sobre algumas atitudes básicas que podem garantir o melhor uso do computador no dia a dia. Tudo o que você precisa para realizar estes procedimentos é um tempo considerável e um pouco de dedicação.

1. Faça uma limpeza no hardware

Assim como qualquer outro eletrônico da sua casa, o computador também necessita de uma limpeza de vez em quando. Manter o computador limpo não é algo que serve diretamente para melhorar o desempenho da máquina, mas certamente é uma tarefa que pode evitar problemas de superaquecimento.

Se você possui um PC do tipo desktop, abra o gabinete, limpe as ventoinhas (do processador, da placa de vídeo, do chipset), use  ar comprimido para eliminar a poeira da fonte, retire a sujeira acumulada na placa-mãe e limpe toda a carcaça.

Uma boa faxina também pode garantir mais saúde para quem usa o computador, afinal de contas a poeira é muito prejudicial para o sistema respiratório. Vale lembrar que limpar o teclado e o mouse também é importante, ainda mais se você costuma comer em frente ao computador.

(Fonte da imagem: Reprodução/Officecleaning4u)

Para quem usa notebooks, as mesmas dicas são válidas, mas é claro que você terá de tomar mais cuidado na hora de abrir a máquina. Vale ficar atento para não acabar desconectando alguma peça e deixando-a mal-encaixada. A limpeza do teclado nem sempre é tão simples, portanto não tente tirar todas as teclas. Use um jato de ar comprimido para essa faxina.

2. Regule seu monitor

Bom, se você não limpou seu monitor na primeira etapa, faça isso nesta segunda etapa. Mesmo que não isso não melhore a “velocidade” do computador, com certeza um display limpo vai garantir melhor visibilidade do conteúdo. Vale remover a poeira da carcaça e dos cabos do monitor.

Para garantir o melhor aproveitamento, é importante ajustar as configurações de brilho, contraste, nitidez e cor do seu monitor. Há diversas formas de regular seu display, sendo que cada aparelho possui uma configuração ideal diferente. Você pode usar o software da sua placa de vídeo e seguir as orientações para calibrar a tela.

(Fonte da imagem: Reprodução/Lagom)

Nada impede que você faça ajustes de acordo com o que achar mais confortável para sua visão. Depois de configurar seu monitor, recomendamos que você use o teste do site Lagom para conferir se tudo está de acordo com o esperado. Você pode usar as demonstrações deste site para efetuar ajustes adicionais ou até mesmo para configurar totalmente o monitor.

3. Pensando na ergonomia

Às vezes, usar o computador por longos períodos pode ser prejudicial, principalmente quando você não dá a mínima importância para o conforto e para sua saúde. Ficar sentado na mesma posição por muito tempo é cansativo, mas sentar de forma errada pode causar sérios danos ao seu corpo.

É importante ajustar sua cadeira, o monitor, o teclado e o mouse para evitar dores no pescoço, na coluna e nas mãos. Nem todas as cadeiras possuem ajustes, mas você pode perfeitamente regular a altura da sua tela (mesmo que seja colocando alguns livros embaixo) e improvisar apoios para as mãos.

4. Configure seus periféricos

Regular a funcionalidade do mouse, do teclado e dos alto-falantes também é uma atitude simples que pode garantir mais conforto no seu dia a dia. Trocar esses itens é importante (principalmente se você ainda usa um mouse com bolinha ou um teclado que já está com as teclas gastas), mas você não precisa gastar para melhorar seu PC.

(Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Quem sabe, um simples ajuste (da velocidade, de movimento, do ponteiro) nas configurações do sistema pode melhorar o funcionamento do mouse. Posicionar as caixas acústicas na altura de seus ouvidos também pode fazer diferença.

5. Um overclock pode ajudar

Deixando as questões de conforto de lado, vamos ao que interessa: desempenho. Se você não quer (ou não pode) gastar absolutamente um tostão, mas deseja aumentar a performance da máquina, então a melhor solução é apostar em um overclock.

Antes, contudo, é importante notar que nem sempre essa ação resolve todos os problemas de desempenho, visto que a falta de memória RAM, por exemplo, pode influenciar nessa questão e não há aumento de frequência que possa solucionar este caso.

(Fonte da imagem: Reprodução/Bit-Tech)

No caso de optar por modificar o clock da CPU, você deve primeiramente verificar se o hardware do seu computador suporta esse tipo de alteração. Também é importante se certificar de que o sistema de refrigeração é eficiente.

Uma vez tomadas as devidas precauções, basta realizar o overclock (seja através da BIOS ou de um software). Caso você queira aumentar o desempenho em jogos, existe a possibilidade de modificar a frequência do chip gráfico com aplicativos específicos.

6. Escolha melhor seus programas

Muitas pessoas costumam comprar um computador e não realizar uma alteração sequer nos softwares. Entretanto, nem todos os programas instalados pelas fabricantes são os melhores. É o caso de alguns antivírus que são bem pesados e que acabam sobrecarregando a máquina. Às vezes, trocar um programa pago por um gratuito poder ser uma boa ideia.

Não são só os programas pagos que deixam a desejar, mas pode ser que alguns softwares próprios do sistema operacional não atendam as suas necessidades. Baixe um navegador mais leve, use um pacote de codecs completo, instale um novo editor de imagens e experimente novas opções de programas para tocar músicas.

7. Desfragmentar é importante

Conforme você usa o computador, ele tende a ficar mais lento. O problema não está na memória ou no processador. Culpar o disco rígido também não adianta nada, pois o problema maior geralmente é o sistema operacional, que não sabe organizar a bagunça.

Seja como for, se você formatou seu PC há mais de um ano e nunca fez uma manutenção completa, vale realizar uma desfragmentação completa. Isso pode acelerar sua máquina e deixar o carregamento do sistema e dos apps bem mais rápido.

Ampliar (Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Além disso, valem as dicas de sempre: apague arquivos duplicados, faça uma varredura com seu antivírus, elimine os dados temporários do navegador, remova itens da inicialização e elimine programas que não são mais necessários.

Mantenha o PC sempre atualizado e organizado

Como você pôde conferir, com algumas atitudes simples seu PC pode ficar mais rápido e utilizá-lo no dia a dia pode ser mais prazeroso. É claro que há problemas que só podem ser resolvidos com uma atualização de hardware, mas nem sempre existe motivo para gastar muito dinheiro em um PC que ainda tem potencial. Você tem mais alguma dica?

Cupons de desconto TecMundo: