Parece que o território norte-americano não será mais um campo de testes dominado por marcas locais, como a Tesla, ou empresas de tecnologia, como a Waymo e a Uber: a Audi recebeu sua liberação para testar veículos autônomos nas terras do Tio Sam.

O estado de Nova York abriu inscrições para montadoras e empresas interessadas em testar seus veículos autônomos na região do município de Albany e a Audi não perdeu tempo e foi a primeira a ser aprovada.

Os testes já devem começar na metade de junho e serão feitos com carros que estão atualmente no nível 3 da escala SAE  – nós explicamos um pouco mais sobre ela em outra matéria, mas, basicamente, significa que os modelos podem andar sem intervenção humana em rodovias grandes.

Ainda assim, seguindo as primeiras leis para testes de carros autônomos nos Estados Unidos, dois engenheiros vão acompanhar tudo para monitorar o comportamento do veículo, como uma forma de garantir a segurança da iniciativa.

A marca alemã já rodou um bocado em território norte-americano: foi a primeira marca a receber uma placa específica de veículo autônomo no estado de Nevada e foi a primeira também a receber aprovação para testes na Califórnia.

Ela também rodou algumas pistas de corrida nos Estados Unidos com um RS7 autônomo e, adivinhe, também se tornou a primeira a registrar voltas em circuitos com um carro sem piloto.

A expectativa da marca é que os testes extensivos resultem em modelos totalmente autônomos que já estejam disponíveis para o público até 2021, inclusive para compor uma frota de táxis-robôs para os grandes centros urbanos, reforçando a ideia de que a indústria automotiva deve voltar seu foco para a prestação de serviços de mobilidade em vez da produção de veículos em massa.

Cupons de desconto TecMundo: