Um ataque DDoS sem precedentes usando dispositivos móveis envolveu cerca de 650 mil aparelhos móveis na China, segundo um comunicado recente da CloudFlare. De acordo com a empresa, os mais de meio milhão de IPs únicos foram responsáveis por lançar mais de 4,5 bilhões pedidos distintos de dados em apenas um dia por meio de um flood HTTP via navegador.

Para realizar a façanha, os cibercriminosos responsáveis tiraram proveito de uma rede de anúncios para dispositivos móveis. Anúncios contendo códigos maliciosos foram exibidos por meio de aplicativos populares na China, permitindo que os atacantes criassem uma base estabelecida de aparelhos “zumbis” e lançassem o ataque massivo. O nome do alvo não foi revelado pela CloudFlare.

O volume máximo atingido foi de mais de 1 bilhão de pedidos em uma hora, 80% dos quais foram originados de dispositivos móveis – a maioria a partir de apps e navegadores de grande popularidade no país. Em uma postagem no blog oficial da CloudFlare, a companhia afirmou não ter certeza de como uma quantidade tão grande de aparelhos foi levada a visitar a página alvo, mas que a explicação mais plausível envolve anúncios com códigos maliciosos.

Nova onda

A CloudFlare especula que os criadores do ataque devem ter se inscrito em redes de anúncios que costumam encaminhar propagandas para os usuários. Como essas plataformas funcionam com base em leilões ao vivo, bastaria que os criminosos dessem o lance mais alto para que seu conteúdo malicioso fosse levado para uma grande quantidade de pessoas.

A situação marca uma das primeiras ocorrências de ataques DDoS envolvendo dispositivos móveis, já que os criminosos costumam preferir utilizar navegadores para realizar esse tipo de atividade ilegal. Como usuários mobile costumam usar mais apps do que browsers para acessar a internet, os hackers acabavam não se dando ao trabalho. “Ataques como esse formam uma nova tendência. Eles representam um grande perigo na internet”, disse a CloudFlare.

O seu celular está protegido contra os abusos de hackers? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: