Na manhã da última quarta-feira (24), o cantor sertanejo Cristiano Araújo morreu após sofrer um acidente de carro durante viagem de retorno para casa. A notícia do falecimento do artista tomou conta das redes sociais, sites dos mais variados gêneros e jornais.

Essa exposição da fatalidade fez também com que hackers, mais uma vez, usassem um assunto com destaque na mídia para espalhar malwares na internet. O alerta vem da empresa de segurança Kaspersky, que nos comunicou diretamente sobre a ameaça por meio de sua assessoria de imprensa.

O golpe consiste no compartilhamento de mensagens falando sobre a morte do cantor. Nelas, existe um link hospedado no Google Drive que executa o download de um arquivo compactado no formato ZIP.

Se a pessoa abrir esse conteúdo, que guarda um arquivo malicioso com extensão CPL, será infectada por um trojan brasileiro. Depois de infectar o computador, esse malware monitora ações no PC e rouba senhas de serviços online, credenciais de acesso à internet bankings e até alterar a emissão de boletos bancários — para que os dados da conta a receber o depósito sejam alterados para uma controlada pelos cibercriminosos.

A empresa informou ainda que a heurística do seu principal produto, o Kaspersky Antivirus, já é capaz de detectar a presença dessa ameaça.

Cupons de desconto TecMundo: