De acordo com um relatório do Kaspersky Labs obtido pelo The New York Times, um esquema de "assalto digital" a bancos tem acontecido em pelo menos 30 países nos últimos meses.  Estima-se que algo entre US$ 300 milhões e US$ 900 milhões (mais de R$ 2,5 bilhões) tenham sido roubados até agora, e o ataque ainda estaria operante. Esse seria o maior e mais sofisticado esquema de roubo a bancos da História.

“Esse é provavelmente o mais sofisticado ataque que o mundo já viu até hoje em termos de tática e método que os cibercriminosos têm usado para se manterem escondidos,” disse ao The New York Times Chris Dogget, o gerente do Kaspersky Labs nos EUA.

Aos poucos

De acordo com o laboratório, esse ataque histórico está acontecendo há algum tempo, e os criminosos parecem ser bem pacientes. Eles se infiltram em computadores de funcionários de bancos através de malwares e ficam monitorando por um tempo todas as atividades realizadas no computador para identificar padrões de transações e tudo mais.

Quando informações suficientes são reunidas, eles começam a agir no sistema dos bancos imitando as práticas dos funcionários para não levantar suspeitas. Até hoje, nenhuma quantia maior que US$ 10 milhões foi transferida para não levantar grandes suspeitas. Todo esse dinheiro acaba sendo pulverizado em várias contas de laranjas em diversos países pelo mundo. Em seguida, a grana é sacada em caixas eletrônicos.

O Kaspersky Labs ainda não publicou o relatório completo, mas estima que pelo menos 100 bancos tenham sido invadidos. A maioria está na Rússia, mas instituições financeiras nos EUA, Japão, Suíça e em outras nações também foram atacadas. Até o momento, não foram dadas informações sobre a ação desses hackers no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: