Quem tentou acessar recentemente o site oficial com as obras do escritor alagoano Graciliano Ramos deve ter recebido a seguinte mensagem ingrata: “Este site foi invadido por hackers que, numa ação descabida e inconsequente, jogaram fora 14 anos do nosso trabalho”. Segundo os mantenedores do endereço, a invasão teria ocorrido ainda nesta quarta-feira (15). Como resultado, o site deve permanecer fora do ar ainda por “alguns dias”.

Ademais, os curadores tratam de diferenciar tipos de ação hacker. "Sempre admiramos a militância de hackers que, por todo o mundo, trabalham por uma sociedade melhor e mais justa. Continuamos torcendo por eles, deixando claro que sabemos diferenciá-los dos vândalos que destruíram nosso acervo", conclui a mensagem deixada no site do romancista.

Vencedor de diversos prêmios de literatura, Graciliano Ramos se tornou célebre durante a primeira metade do século XX ao publicar obras canônicas como “Vidas Secas”, “Memórias do Cárcere” e “Infância” — este um relato autobiográfico.

Cupons de desconto TecMundo: