Imagine um mundo no qual um hacker possa fazer o seu vaso sanitário transbordar diariamente, a menos que você lhe pague uma taxa. Esse é um cenário no qual os pesquisadores da empresa de segurança Chicago Trustwave estão nos preparando.

De acordo com a Bloomberg, esses pesquisadores descobriram uma maneira de hackear a conexão Bluetooth que controla as peças inteligentes de banheiro criadas pela empresa Lixi, do Japão. Isso poderia permitir que hackers abrissem ou fechassem a tampa da privada e até esguichassem um fluxo de água no usuário, por exemplo.

Problema poderia afetar outros dispositivos

Embora isso possa não ser um perigo para a maioria de nós agora, esse cenário poderia se expandir para os nossos aparelhos domésticos comuns que equipam os sensores ligados a uma “casa inteligente”.

“À medida que essas tecnologias se tornam mais sofisticadas, abre-se um amplo leque de ameaças”, afirma Gunter Ollmann, o CTO da empresa de segurança IOActive. Ele também acrescenta que o aumento de dispositivos domésticos inteligentes torna possível que “bandidos estejam permanentemente em sua casa”.

Claro que há uma maneira de se evitar que este tipo de catástrofe ocorra: não ligar o seu vaso sanitário à internet. Afinal, por mais que a automação seja algo interessante para facilitar as nossas vidas, com certeza nós desejamos poder ir ao banheiro sem sermos incomodados.

Cupons de desconto TecMundo: