(Fonte da imagem: Reprodução/Digital Trends)

O governo da China revelou que sofreu um dos maiores ataques cibernéticos de que se tem notícia no último domingo (25). Durante o ataque, sites com o domínio .cn não poderiam ser acessados ou funcionavam em uma velocidade muito baixa.

De acordo com o Centro de Informação da Internet da China, que cuida dos domínios .cn, durante as 2h e 4h da manhã de domingo, dia 25 de agosto, a rede foi atacada, afetando os serviços. Em entrevista ao The Wall Street Journal, a empresa CloudFlare, que cuida de acessos à internet, informou que foi sentida uma queda de 32% no tráfego em domínios chineses durante o ocorrido.

Ainda não se sabe a origem do ataque, que pode ter sido orquestrado por apenas uma pessoa. De acordo com Matthew Prince, CEO da CloudFlare, não seria muito assertivo afirmar que o ataque necessitaria de muitos recursos e conhecimento técnico, podendo ter sido feito por um indivíduo.

Vale lembrar que a China é constantemente acusada de possíveis ataques, já que contaria com um verdadeiro exército cibernético, pronto para agir. No momento, os serviços de internet chineses já operam em sua totalidade, enquanto investigações para tentar encontrar o responsável ou responsáveis pelo ataque estão em andamento.

Cupons de desconto TecMundo: