Reprodução da página inicial do site,(Fonte da imagem: Reprodução/Ars Technica)

Informações pessoais de diversos políticos e celebridades dos Estados Unidos foram expostas publicamente na internet no final da última segunda-feira. Dados como os números dos seguros sociais, telefones e endereços ficaram publicados na página “exposed.su”. O final “su” vem de “Soviet Union” ou, em português, União Soviética.

Pessoas importantes – e muito conhecidas – estavam nas listas do site. A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, teve até mesmo os seus gastos com o cartão de crédito revelados. Kim Kardashian, uma conhecida socialite, também teve os seus extratos mostrados a público.

Outras pessoas, como o chefe do FBI Robert Mueller, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton e o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, além de celebridades diversas, como Mel Gibson, Ashton Kutcher e Jay Z tiveram diversas informações reveladas, inclusive telefones e endereços.

Sendo investigado

O site já foi retirado do ar, mas algumas publicações espalhadas pela rede afirmam que até a manhã de hoje ainda era possível acessar os seus dados. Além das informações pessoais, o “exposed.su” trazia uma mensagem intrigante dos hackers.

Em português, seria algo como “Se você acredita que Deus pode fazer milagres, você precisa saber que Satanás tem alguns na sua manga”. O FBI e o Serviço Secreto dos Estados Unidos já anunciaram que estão investigando o caso, mas que detalhes não podem ser revelados para que os trabalhos não sejam prejudicados.

Atualização

Parece que o governo dos EUA não está conseguindo vencer a batalha contra os hackers nesse caso. Como os leitores apontaram nos comentários, o site realmente voltou a ficar disponível, estando com o conteúdo válido e online nessa manhã de quarta-feira.

Cupons de desconto TecMundo: