O Anonymous está de volta e, desta vez, tem como alvo a União Europeia. O grupo publicou um vídeo nesta semana no qual alerta para uma série de protestos que pretende fazer no próximo dia 28 de julho. O principal motivo das reclamações seria o projeto de lei batizado de INDECT.

Segundo a proposta, caso o projeto seja aprovado, o governo poderia utilizar os dados relativos ao comportamento dos usuários online como forma de detectar antecipadamente possíveis conspirações e crimes que ainda não foram cometidos. O grupo contesta a proposta, afirmando que o acesso a esse tipo de dados viola os direitos de privacidade e é ilegal.

Em um vídeo publicado no YouTube, o grupo questionou veementemente a ideia. “As pessoas estão aceitando serem tratadas como potenciais terroristas ou criminosos, sendo cada vez mais privadas dos seus direitos básicos e permitindo que a sociedade de vigilância tenha maior controle sobre eles”, destaca o grupo.

Fonte: AnonOpsLegion