(Fonte da imagem: ThinkStock)

O instituto RSA (divisão de segurança digital da EMC, uma das gigantes da tecnologia nos Estados Unidos) divulgou uma pesquisa sobre os principais focos dos crackers na América Latina. De todos os países, o Brasil é o que mais é atingido pelos ataques, totalizando 50,2%. Logo em seguida, Colômbia e Chile completam o pódio, com 24,3% e 21%, respectivamente.

A pesquisa também mostrou que 40% dos ataques direcionados à América Latina partem de computadores localizados nos Estados Unidos. Quando comparados somente os golpes de phishing, nos meses de maio de 2011 e 2012, é possível perceber que houve um aumento de 249% no volume de ciberfraudes.

Fonte: Telecompaper

Cupons de desconto TecMundo: