(Fonte da imagem: Reprodução)

"Pegue a pipoca. Será uma noite longa e divertida." Foi o que disseram os hackers do Anonymous no Twitter há pouco. Para a revolta geral, o site Megaupload foi retirado do ar hoje no fim da tarde e, então, como resposta, o grupo invadiu os sites da Universal Music, da RIAA (Associação das Gravadoras), da MPAA (Associação Cinematográfica) e da Justiça norte-americana.

No Twitter, a operação hacker foi chamada de #OpMegaupload e #OpPayback e recebeu amplo apoio dos usuários. O grupo afirma lutar contra a SOPA, lei antipirataria que já deu o que falar, gerando protestos até mesmo por parte de sites como a Wikipédia e o Google.

Em um post no site AnonOps Communications, a organização hacker anuncia que este será o maior ataque de todos os tempos e reforça que a intenção é acabar com a SOPA. O assunto "The Internet Strikes Back" (algo como a internet dá a revanche), que faz referência aos ataques, já está nos trending topics do Twitter.

Entenda o que é o projeto de lei da SOPA.

[Atualizado]

O Anonymous anunciou no Twitter que o site do FBI e o site da gravadora EMI foram derrubados. A primeira guerra virtual, como muitos internautas estão se referindo à situação, atravessou o oceano e o site do orgão francês que controla os direitos autorais, o HADOPI, também foi atacado. É guerra!