(Fonte da imagem: Divulgação)

Um hacker alterou os registros acadêmicos de cerca de 60 alunos e ex-alunos da Universidade de Santa Clara, localizada na cidade de mesmo nome no Vale do Silício. De acordo com o jornal Mercury News, o caso chamou a atenção inclusive do FBI, o órgão federal de investigação dos Estados Unidos.

De acordo com o reitor da universidade, Dennis Jacobs, a instituição está levando o caso bastante a sério e está tomando todas as providências necessárias para reforçar a segurança dos sistemas da universidade.

Ainda segundo o reitor, o hacker foi bastante sofisticado e suas alterações só foram descobertas porque ex-estudantes foram à universidade após notar a diferença em seus históricos. Enquanto nenhum suspeito foi anunciado ainda, o ex-aluno Mark Loiseau afirmou, por meio de seu perfil no Facebook, ter sido procurado por agentes federais.

Após o ocorrido, o estudante declarou ao jornal Mercury News que, após a visita dos agentes, decidiu checar o seu histórico. De acordo com ele, foi possível identificar algumas notas no registro diferentes daquelas recebidas na universidade.

Cupons de desconto TecMundo: