ScreenShot do conteúdo adulto na Vila Sésamo (Fonte da imagem: Divulgação Naked Security)

Um ataque hacker ao canal do programa infantil Vila Sésamo, no YouTube, substituiu um dos vídeos do show semanal da PBS por uma sequência de pornografia explícita. Naturalmente, o conteúdo impróprio foi descoberto e removido da página depois de 20 minutos, mas não antes de ser visto por centenas de usuários.

Uma mensagem no rótulo do vídeo dizia que o atentado foi cometido pelo usuário MrEdxwx, que foi procurado pelas autoridades e negou o envolvimento. A instituição sem fins lucrativos “Sesame Workshop”, que controla o programa Vila Sésamo, divulgou um pedido de desculpas no domingo (16 de outubro), além de confirmar que o problema seria resolvido em breve.

Em nota, a Google também declarou que as regras de conteúdo do YouTube proíbem qualquer tipo de conteúdo com natureza imprópria e, como sempre, qualquer material que infrinja as regras é removido assim que detectado. O canal do programa infantil estadunidense possui 140 mil assinantes, sendo que seus vídeos já foram visualizados mais de meio bilhão de vezes.

Cupons de desconto TecMundo: