Um adolescente de 17 anos foi preso no Sri Lanka após hackear o site oficial do presidente de seu país. Você consegue imaginar quais eram as reinvidicações do jovem?

Ele pedia para que o presidente Maithripala Sirisena interviesse na educação do país — "OK, uma causa nobre até aqui" —, fazendo com que as  provas finais fossem postergadas.  O detalhe é que essas provas estão marcadas para abril.

Além dessa reivindicação principal, ele pedia para que o presidente cuidasse melhor da segurança dos websites do Sri Lanka ou então teria que enfrentar uma guerra cibernética em breve. Por fim, ainda solicitava que o presidente fizesse com que o Primeiro Ministro "pare de exercer atividades irresponsáveis e olhe mais para os problemas dos estudantes universitários".

Essas invasões começaram na quinta-feira e foram derrubadas logo, mas na sexta-feira já aconteceram novas investidas do jovem. Por causa dessas atividades, o adolescente foi preso e pode passar até três anos na cadeia, além de ser obrigado a pagar uma multa de US$ 2 mil. De acordo com a AFP, esta é a primeira vez que um adolescente é preso por crime digital no Sri Lanka.

Por enquanto, não há informações sobre os atrasos para as provas de abril.

Cupons de desconto TecMundo: