O vídeo acima tem clima de trailer de filme sobre fantasmas ou serial killers – e até mesmo o título “Sete minutos de terror” remete a um longa-metragem assustador. Mas o assunto aqui é astronomia: em 5 de agosto, o módulo não tripulado Mars Curiosity vai pousar em Marte para missões de estudo, e esse é o nome dado à aterrissagem do veículo no Planeta Vermelho.

Explicamos: os cientistas da NASA responsáveis pelo projeto estão tensos, contando cada segundo até o dia da aterrissagem. Afinal, trata-se de um projeto complexo e ambicioso, pois envolve 6 configurações diferentes para o veículo, 76 dispositivos pirotécnicos, 500 mil linhas de código e um dos maiores paraquedas supersônicos já criado pelo homem. A margem de erro é considerada zero, mas quem disse que eles acreditam nisso?

Como é explicado no clipe, a nave tem sete minutos para descer do topo da atmosfera de Marte até o pouso no chão do Planeta Vermelho – fora os 14 minutos entre o envio do sinal da nave à Terra dizendo que está tudo bem.

Os computadores calcularam uma “coreografia” perfeita para o momento, que envolve manobrar os propulsores na intensidade correta, diminuir o calor e a velocidade do veículo, utilizar o radar da máquina para saber se o pouso é seguro e, claro, sobreviver sem danos durante as missões em Marte. Qualquer erro faz com que um projeto milionário seja jogado no lixo espacial – e ainda falta mais de um mês para sabermos o resultado.

Fonte: JPL

Cupons de desconto TecMundo: