Quem você mandaria para uma missão espacial de estudo sobre radiação? Estudantes de Bishop, na Califórnia, não tiveram dúvidas ao lançar a veterana Camilla, que alçou voo a quase 40 mil metros de altitude graças a um balão de hélio.

O curioso? A tal Camilla é apenas uma galinha de borracha vestida com roupa de astronauta, mascote do Observatório de Dinâmica Solar da NASA. Realizado em março, o experimento visava coletar dados sobre a radiação emitida por uma intensa tempestade solar. Para isso, o brinquedo foi equipado com uma série de câmeras, sensores e medidores.

Além de usar o bizarro objeto para coletar dados sobre o fenômeno, o grupo ainda enviou ao espaço sementes de girassol, plantadas após o fim do estudo para conferir se a planta cresce normalmente, mesmo após o contato com a radiação.

Os dois voos (um antes e um durante a tempestade solar) duraram duas horas e meia cada, com Camilla sendo posteriormente localizada via GPS – intacta, apesar da diferença de pressão e de suportar temperaturas de até -60 °C. De acordo com a NASA, o próximo projeto do grupo, que conta com estudantes de menos de 18 anos, é lançar micróbios a uma altitude ainda maior, para saber se micro-organismos podem sobreviver em condições desfavoráveis.

Cupons de desconto TecMundo: