Já se foi o tempo em que os satélites de espionagem conseguiam rastrear tudo o que fosse necessário sem que fossem eles mesmos rastreados. Atualmente, grupos de pessoas se reúnem para identificar esses equipamentos e dizer para os outros membros das comunidades quais são as rotas que estão sendo seguidas, facilitando a captura de imagens deles – por astrônomos amadores e curiosos.

Um dos exemplos mais recentes é o satélite FIA Radar 2, que foi identificado pelos astrônomos independentes menos de uma semana após o lançamento realizado pelo National Reconnaissance Office (o departamento responsável pelos satélites norte-americanos que repassa informações para a CIA). É ele que está sendo mostrado no vídeo.

Nesta página, você pode ver uma descrição completa das observações do astrônomo responsável pela captura do vídeo postado acima. Segundo mostrado no Gizmodo, pelo fato de as rotas não seguirem uma órbita muito comum, há grandes chances de se tratar de um satélite utilizado para espionagem de terrenos em locais pouco amigáveis para o governo dos Estados Unidos.

Cupons de desconto TecMundo: