(Fonte da imagem: Reprdução/VentureBeat)

O Big Data é uma tecnologia que promete revolucionar o modo como as empresas trabalham com as informações. A ferramenta pode cruzar dados diferentes de várias origens independentes em busca de padrões, o que pode fazer com que as empresas atinjam o seu público-alvo com mais precisão na hora de lançar campanhas de marketing.

A tecnologia parece incrível, porém, até agora, as companhias só acumularam dados. Ninguém sabe ainda o que fazer com eles e nem como usar esses recursos direito.

Como gerenciar o grande volume de dados

Durante o CloudBeat 2012, uma conferência que tem como foco a inovação nas tecnologias baseadas na nuvem, Bill Coughran, ex-vice-presidente de engenharia da Google, disse que conversou com dezenas de companhias que estão coletando muitos dados como textos, emails, relatórios e mais uma infinidade de material, mas que não têm ideia do que fazer com isso até o momento.

O problema é que trabalhar com esses dados é algo complexo, além de ser um tópico muito sensível. Para Hope Arenas, gerente do grupo de desenvolvimento de e-business da Bosch Tool, é difícil organizar os dados de forma limpa. Segundo ele, o Big Data significa se conectar com possíveis clientes, iniciar negócios e direcionar o marketing de forma correta.

A mensagem principal do painel sobre o Big Data no CloudBeat 2012 foi que os sistemas estão inundados de opções, mas a pesquisa ainda está em estágio inicial de compreensão em como as companhias podem utilizar esses dados para movimentar os seus negócios e estratégias de mercado.

Cupons de desconto TecMundo: