Não é de hoje que sabemos que algumas fabricantes de smartphones e tablets fazem seus aparelhos “trapacearem” em benchmarks para parecerem melhores do que realmente são. Para evitar que isso se perpetue, a ARMe o GameBench firmaram uma pareceria.

Com isso, a desenvolvedora de chips terá acesso à plataforma de avaliação via benchmarks, podendo então otimizar seus processadores para o uso cotidiano e não apenas para entregar cada vez mais poder computacional. A intenção é, um dia, poder trazer informações de benchmarks mais relevantes para o usuário, como quantas horas de Netflix ele poderá assistir com determinado tablet, ou quantos quadros por segundo são executados durante uma partida de Asphalt 8, por exemplo.

Dessa maneira, seria possível comparar aparelhos com “medidas” mais realistas para os usuários, em vez de apenas mostrar qual dispositivo é o melhor em navegar na web ou qual tem mais poder de processamento multi-core, o que significa pouco para a grande parte da população do globo.

Ainda não há detalhes mais precisos sobre o que pode ser gerado com fruto dessa relação entre as duas companhias, mas certamente não fará mal algum para a ARM tornar seus processadores mais usuais para o dia a dia.

Cupons de desconto TecMundo: