Goste você ou não, o fato é que o modelo freemium de aplicativos não somente é uma realidade, mas vem se mostrando a melhor opção para desenvolvedores que realmente querem ganhar dinheiro com seus apps e jogos. Uma prova disso é que os 59 programas no topo da lista dos mais rentáveis da Google Play Store são justamente edições gratuitas com opção de compras de recursos adicionais.

A maior parte dos rendimentos dos programas disponíveis na lista estão direcionados para jogos como Clash of Clans, Clash of Kings, Summoners’ Wars, Game of War e Candy Crush Saga, entre muitos outros. No entanto, o ranking também inclui alguns programas com outras finalidades, como Tinder, AVG Antivírus, LOVOO, Happn e AVAST Mobile Security. Somente a 60ª posição fica com um app pago, o jogo GTA San Andreas da Rockstar.

Embora alguns desses aplicativos optem por simplesmente adicionar anúncios para arrecadar dinheiro sem cobrar diretamente de seus usuários, a maioria deles consegue seus lucros por meio da venda de recursos adicionais ou poderes maiores dentro dos apps.

Pague para ter futuro

No caso dos jogos, essa prática muitas vezes dá origem aos títulos “pay-to-win”, em que se torna quase impossível para os jogadores que não pagam nada conseguir competir com aqueles dispostos a gastar dinheiro real para obter vantagens. Infelizmente para a maioria dos usuários que se incomoda com esse modelo, o sucesso comercial parece indicar que esse tipo de estrutura só tende a se tornar mais comum com o passar do tempo.

Cupons de desconto TecMundo: