Uso do aplicativo Uber causa apreensão de carros em SP por “caronas pagas”

1 min de leitura
Imagem de: Uso do aplicativo Uber causa apreensão de carros em SP por “caronas pagas”
Avatar do autor

Atenção usuários do Uber! A Secretaria Municipal de Transportes apreendeu, no início desta semana, três veículos que estavam utilizando o aplicativo para transportar passageiros pela cidade de São Paulo. Segundo o órgão oficial entrevistado pelo G1, somente os taxistas podem realizar esse tipo de serviço, o que caracteriza a prática como ilegal pela Prefeitura da cidade.

O Uber, que chegou em São Paulo no dia 26 de junho, conecta passageiros e motoristas para que realizem “caronas pagas” pela cidade. Disponível para os sistemas Android e iOS em vários países, o aplicativo calcula um valor baseado no tempo e na distância que serão percorridas pelo motorista, fazendo o mesmo trabalho dos taxímetros dos carros licenciados.

O pagamento é mediado pelo aplicativo com o uso de cartão de crédito. Em São Paulo, a bandeirada do Uber custa R$ 5, sendo adicionados R$ 0,40 por minuto e ainda R$ 2,42 por quilômetro. A empresa responsável pelo app afirma que a receita média dos motoristas que utilizam o serviço em Nova York é de US$ 90 mil por ano, mas nenhuma informação sobre os usuários nacionais foi revelada.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Uso do aplicativo Uber causa apreensão de carros em SP por “caronas pagas”