O Snapchat trouxe em 2013 a funcionalidade My Story, cuja finalidade era permitir um compartilhamento rápido (embora efêmero) das suas fotos em um esquema que trazia seguidores aos seus calcanhares — ávidos pelos novos registros de um passo a passo. Bem, trata-se agora de um próximo passo bastante natural, portanto. Em Our Story, o aplicativo permite que você produza atualizações em caráter colaborativo.

“My Story sempre representou uma experiência singular, pessoal”, consta na postagem oficial da desenvolvedora do aplicativo. “Nós quisemos construir algo que ofereça uma perspectiva de comunidade — com muitos pontos de vista. No fim das contas, os nossos amigos frequentemente veem as mesmas coisas que nós, embora de formas totalmente distintas.”

Basicamente, enquanto My Story permitia que se arquivassem conteúdos por 24 horas, Our Story traz a possibilidade de construir uma linha do tempo fotográfica juntamente com outros usuários. Tudo o que você precisa fazer é enviar uma imagem para um evento qualquer da página My Friends. Entretanto, haverá o aviso: é preciso ligar o dispositivo de localização, de forma que o app possa ter certeza de que você está onde diz que está.

Apenas eventos oficiais

Mas há um pequeno revés aqui: não é possível criar linhas do tempo próprias para compartilhar com os amigos. A funcionalidade vale apenas para os eventos adicionados pela própria equipe do Snapchat — de maneira que os eventos “personalizados” ainda precisam do bom e velho Facebook.

A funcionalidade Our Story já se encontra disponível para quem possui o Snapchat, sem qualquer necessidade de atualização. Entretanto, o único evento disponível no momento é o Electric Daisy Festival, em Las Vegas (Nevada, EUA).

Slingshot: o Facebook entra na briga

Ao final do ano passado, Evan Spiegel, proprietário da Snapchat, declinou uma proposta de US$ 3 bilhões por parte do Facebook para a aquisição do serviço. Dessa forma, o colosso das redes sociais acabou por desenvolver o seu próprio produto, a fim de bater de frente com a criação de Spiegel. Trata-se do novo Slingshot.

Basicamente, trata-se das mesmas características que tornaram o Snapchat conhecido e popular — com a possibilidade de compartilhar imagens por período limitado em um esquema “passo a passo do meu dia”.

A diferença mais acentuada aparece, entretanto, em um requisito curioso do Slingshot: para poder visualizar uma imagem enviada por outro usuário, você primeiro vai precisar mandar algo em resposta. O Slingshot pode ser baixado em suas versões para Android e iOS via Google Play e iTunes, respectivamente.

Cupons de desconto TecMundo: