(Fonte da imagem: Reprodução/Folha)

Não há dúvidas de que o aplicativo de avaliação masculina Lulu se tornou bastante popular entre as mulheres. Os homens aguardavam uma chance de fazer o mesmo, e após a ilusão com o Tubby terão essa oportunidade com o Clube do Bolinha.

Antes de se desesperar, os criadores, que são de Indaiatuba, interior de São Paulo, têm uma mensagem para as mulheres: o Clube do Bolinha não foi feito para denegrir a imagem delas.

“Nossa proposta é diferente, não temos conteúdo agressivo. Nossa intenção não é a de denegrir a imagem da mulher, mas sim aproximá-la do que ela mesmo faz, das próprias avaliações”, explicou Murilo Vianello, um dos desenvolvedores do app, à Folha.

(Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

Como funciona?

Como no Lulu, os homens podem avaliar as mulheres que possuem conta no Facebook, e as informações coletadas vão atribuir uma nota a ela. Após as classificações é possível ver hashtags em seus perfis no aplicativo, e entre as opções estão #MariaGasolina, #Bigodinho, #SóFazMiojo, #AgregaValorAoCamarote, #TopCapaDeRevista e muitas outras.

A diferença entre o Lulu e o Clube do Bolinha é que na versão masculina as mulheres podem verificar as avaliações que receberam (o aplicativo para o sexo feminino não permite o mesmo), bem como as de outras pessoas. Por enquanto essa opção está disponível apenas para contatos da rede social, mas uma opção de busca deve surgir ainda nesta semana.

Quem não quiser ter detalhes divulgados ou mesmo ver opiniões circulando por aí pode excluir o perfil do sistema de busca do aplicativo. Para isso, basta acessar este link e remover a sua página do Clube do Bolinha.

Por enquanto o aplicativo está disponível apenas para Android. A versão para iPhone foi enviada para avaliação da Apple e deve aparecer na App Store em breve.

Cupons de desconto TecMundo: