(Fonte da imagem: Reprodução/Buzzfeed)

É agosto e estamos no inverno brasileiro, portanto a praga dos mosquitos que insistem em atrapalhar sua noite de sono ainda não voltou – mas dê alguns meses e isso vai voltar a incomodá-lo. E agora, em vez de apelar para os inseticidas plugados nas tomadas, fechar a janela ou passar horas perseguindo esses bichinhos, você pode usar seus gadgets como arma. Sim, existem aplicativos que serviriam para matar ou afastar essas pragas.

Os aplicativos, gratuitos ou custando cerca de um dólar, infestaram lojas virtuais de Android e iOS com a promessa de repelir mosquitos com som – mas será que eles funcionam mesmo? De acordo com o Dr. Roger Gold, professor de entomologia (a ciência que estuda os insetos) na Texas A&M University, a resposta é não.

Segundo ele, vários testes já foram realizados ao longo de duas décadas, desde que os primeiros repelentes sônicos começaram a chegar ao mercado, funcionando sozinhos ou acoplados em televisores. O estudo inclui até deixar os insetos presos em uma caixa e expor os animais a uma série de frequências diferentes, incluindo as usadas nesses aplicativos – e nenhuma resposta conclusiva foi obtida.

O que acontece, segundo o especialista, é que cada espécie conta com uma reação diferente às frequências utilizadas pelos aplicativos – e nenhuma delas é grave a ponto de expulsá-los do local, já que, em pouco tempo, eles se acostumam com o ruído. Além disso, apesar de inaudíveis para seres humanos, esses sons podem irritar animais de estimação – motivos mais do que suficientes para você passar longe desses aplicativos.

Fonte: Buzzfeed

Cupons de desconto TecMundo: