A empresa sueca de dispositivos para telecomunicações Ericsson anunciou que assinou uma licença de patente com a Apple, encerrando uma disputa de cerca de um ano que aumentou suas ações em 7% nessa segunda-feira (21). A Ericsson não especificou quanto ganharia com o acerto, mas a renda geral estimada com os direitos de propriedade intelectual em 2015 atingiria de 13 a 14 bilhões de coroas suecas, cerca de R$ 6,1 a 6,6 bilhões.

O acordo inclui uma licença global para tecnologias-padrão essenciais e alguns outros direitos de patente. Com isso, vai haver uma colaboração entre as duas empresas em diversas áreas de tecnologia, como o desenvolvimento de conexão 5G, gerenciamento de tráfego de vídeo em rede e otimização de redes wireless.

Acordo que agrada os dois lados

Segundo Kasim Alfalahi, chefe de propriedade intelectual da Ericsson, o acordo incluiu também as tecnologias mais recentes de 4G/LTE e as mais antigas 3G e 2G. “Estamos contentes com esse novo acordo com a Apple, o que deixa o caminho livre para ambas as empresas continuarem a focar em trazer novas tecnologias para o mercado global”, afirmou Alfalahi, sem dar mais detalhes financeiros sobre o assunto.

O acordo tem duração de sete anos e vai começar com o pagamento inicial por parte da Apple relativo a direitos passados e deve continuar com o acerto de royalties para a Ericsson daqui em diante. Estima-se que a empresa sueca deve receber 0,5% da receita por cada iPhone vendido pela empresa fundada por Steve Jobs.

Com a assinatura desse acerto de contas entre as duas companhias, tudo que havia pendente entre elas, incluindo processos por uso indevido de direitos registrados, passa a ser considerado resolvido e são águas passadas para ambas.

Ericsson vai receber meio porcento do valor de cada iPhone vendido. Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: