Criado por Steve Jobs e Steve Wozniak em 1976, o computador Apple-1 é um dos artefatos mais emblemáticos do universo da informática. E, nessa quarta-feira (22), o Museu Henry Ford (Michigan, EUA) adquiriu um desses icônicos modelos por nada menos que US$ 905 mil (cerca de R$ 2,2 milhões, em conversão direta, e não considerados os impostos).

De acordo com Cassandra Hatton, especialista na avaliação de componentes eletrônicos do gênero, o valor é de fato surpreendente, mas as condições de conservação do dispositivo – bem como o legado cultural edificado pelo Apple-1 – justificam as altas cifras. “[O computador] está em excelente condição, por isso não estranhamos seu sucesso. Estamos entusiasmados por termos quebrado o recorde mundial com sua venda”, diz a analista.

Conforme publicado pela casa de leilões Bonhams (Nova York, EUA), o Apple-1 é a peça de informática mais cara já vendida da História. Ele é tido também como o primeiro computador pessoal pré-montado colocado à venda. O exemplar adquirido pelo Museu Henry Ford, inclusive, foi uma das 50 unidades fabricadas pelas mãos de Steve Wozniak para o ByteShop, na garagem de Steve Jobs em 1976.

Cupons de desconto TecMundo: