Todos sabem que Steve Jobs tinha a reputação de ser uma pessoa difícil durante o seu período como grande chefe da Apple, e ninguém tem um entendimento melhor desse problema do que Steve Wozniak, seu parceiro desde os tempos de colégio. Para ele: “Steve Jobs teve uma personalidade muito diferente durante todo o tempo que o conheci”.

Wozniak foi chamado pelo Jornal de Milwaukee para dar uma entrevista sobre seu antigo companheiro. Ele começa seu relato falando das diferentes peças que ele pregava em seu amigo, e que os dois viviam fazendo brincadeiras diferentes um com o outro. Até que a Apple finalmente começou e com ela, Steve Jobs também se transformou: “de repente ele tinha alguma coisa que ele queria da vida, encontrar a fórmula de como ser uma pessoa importante.”

O amigo acompanhou o crescimento de Jobs ao longo dos anos conforme ele aprendia como dirigir um negócio, como se apresentar em público e como transformar um pedaço de hardware em uma coisa desejável para o público. Sua relação com seus funcionários, normalmente sofria muito com as intempéries de personalidade de Steve.

Steve era um homem muito difícil de se trabalhar com

“Alguns dos meus melhores amigos na Apple, as pessoas mais criativas e inteligentes que trabalharam no Macintosh, quase todos eles disseram que nunca, sobre nenhuma condição trabalhariam com Steve Jobs de novo. Era ruim nesse nível”.

Wozniak sabe que apesar de seu problema de atitude, Jobs tinha um enorme respeito por seus funcionários na Apple. “Se um engenheiro acreditava em um produto ou ideia, ele tinha que lutar por ela, Jobs gostava de pessoas que não desistiam depois de questionadas ou confrontadas. ”

Para ver a entrevista completa visite o site do Milwaukee Bussiness Journal.

Cupons de desconto TecMundo: