(Fonte da imagem: Reprodução/United States Patent and Trademark Office)

Uma nova patente da Apple descreve um conector magnético similar ao que hoje é usado para prender as Smart Covers aos iPads, mas feito para ser flexível de uma forma que permita sua utilização com uma série de acessórios distintos. A novidade é um sistema de ligação inteligente que poderia reconhecer qual periférico está conectado e mudar sua funcionalidade de acordo com isso.

O registro traz uma grande variedade de itens que poderiam fazer uso da tecnologia, incluindo trackpads e teclados, docks de alto-falantes, tablets de desenho, antenas de rádio, controles para jogos, câmeras e até mesmo leitores de cartões. A descrição chega a incluir a possibilidade de conectar dois iPads por meio de uma “dobradiça” magnética intermediária, ligada ao elo magnético inteligente de cada um deles.

A novidade poderia funcionar tanto com ímãs normais quanto com eletroímãs, que o documento afirma que poderiam ser ligados e desligados usando controles acrescentados ao iOS. Esse recurso teoricamente permitiria que os usuários “travassem” os acessórios em uma posição, incluindo encaixes que simplesmente deixam o iPad de pé ou o prendem em um suporte que permita vários ângulos de visualização.

iTudo

(Fonte da imagem: Reprodução/United States Patent and Trademark Office)

A patente vai além de pensar no dispositivo em si, sugerindo até uma série de encaixes para o interior de carros que permitiram ligar um iPad ao painel ou a um encosto de cabeça dentro de veículos – além de citar também esteiras e outros equipamentos de academias. O documento descreve que as conexões podem ser simplesmente magnéticas, sem alterar funcionalidades, ou podem ser mais complexas, permitindo distribuição de energia e transferência de dados.

Por fim, há também detalhes sobre a possibilidade de itens vestíveis que poderiam ativar o sensor magnético, inicializando atividades do tablet. Isso poderia tanto tomar a forma de um simples anel, que seria usado para desbloquear o iPad, ou até mesmo aparecer como uma nova função do suposto iWatch, permitindo a comunicação com apps específicos – além das funções de desbloqueio e identificação.

Embora o sistema descrito pela patente seja elaborado e cheio de potencial, vale ressaltar que determinados acessórios conectados pela entrada Lightning já realizam algumas das funções detalhadas acima. Ainda assim, caso a Apple decida incluir a tecnologia em modelos futuros do iPad, isso certamente vai abrir muitas possibilidades para os criadores de periféricos. E aí, já está ficando ansioso?

 

Cupons de desconto TecMundo: