Imagem de: Ações da Apple continuam caindo

Ações da Apple continuam caindo

1 min de leitura
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Reprodução/Yahoo!)

As ações da Apple sofreram mais uma forte queda na última quarta-feira (17). Os papéis da companhia despencaram mais de 5%, ficando abaixo dos US$ 400 pela primeira vez desde dezembro de 2011.

O topo histórico das ações da Apple foi em 21 de setembro de 2012, quando o iPhone 5 entrou no mercado. Desde esse dia, os papéis já caíram cerca de 42%.

Um dos culpados dessa queda do dia 17 pode ter sido a Cirrus Logic, uma companhia que fabrica chips de áudio para iPhones e iPads. A fabricante informou que as vendas de “um tipo específico” de chip diminuíram.

O analista Peter Misek, da Jefferies & Co., acredita que as notícias da Cirrus Logic indicam uma queda nas vendas da Apple no período de abril até junho deste ano. Essas declarações também podem indicar que a Apple não deve anunciar um novo modelo de iPad Mini no segundo trimestre, e que o lançamento de um novo iPad pode demorar um pouco mais para acontecer.

Valorização excessiva

Já o analista Matt Krantz, do USA Today, acredita que os papéis da Apple se valorizaram muito por causa da popularidade da empresa. O mercado financeiro funciona assim: quanto mais gente está comprando, mais pessoas vão querer comprar. Isso fez com que as ações chegassem a um valor acima do que elas realmente valiam.

Como nenhuma empresa é capaz de continuar inovando e lucrando infinitamente, alguns investidores começaram a perceber que o valor dos papéis estava muito alto e começaram a rever suas posições. O mercado seguiu o movimento, e isso levou as ações a sofrerem essa correção de preço.

Isso não significa necessariamente que a empresa está com dificuldades financeiras, uma vez que ela fechou o ano fiscal de 2012 com um lucro líquido de mais de 6%. Entretanto, isso pode indicar que os investidores não acreditam muito mais no poder de inovação da Apple depois da saída de Steve Jobs.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Ações da Apple continuam caindo