(Fonte da imagem: Reprodução/iFixit)

Anunciados em outubro, os novos modelos do iMac chegaram às lojas norte-americanas somente na semana passada. Não demorou muito para que a nova linha de computadores de mesa da Apple fosse literalmente destrinchada.

O pessoal do iFixit, conhecido por desmontar todo tipo de aparelho eletrônico, colocou as mãos em um iMac de 21,5 polegadas e não teve dó de despedaçá-lo — com muito cuidado, é claro. A análise feita pelo site apontou que o novo computador da Maçã, assim como outros de seus produtos, é bastante difícil de ser reparado.

A principal crítica dessa avaliação ficou por conta da tela LCD fundida com o seu vidro frontal, formando uma única peça. Além disso, essa dupla de componentes não é apenas parafusada na carcaça, mas também é colada com uma substância especial e bastante resistente — o que dificulta bastante a abertura do equipamento.

Mudança geral

Por dentro, a nova versão do iMac é bastante diferente da sua antecessora. Boa parte das suas peças foram reorganizadas para otimizar o seu espaço interno, já que o computador da Apple ficou ainda mais fino do que antes. A abertura do aparelho também revelou:

  • A utilização de discos de armazenamento de 2,5 polegadas;
  • Uma ventoinha remodelada (puxando o ar frio pelas entradas inferiores e expelindo o vento quente por suas saídas traseiras);
  • A presença de dois microfones;
  • A existência de três antenas para conexões Wi-Fi e Bluetooth (a principal delas ficando escondida atrás da logo da empresa); e
  • A possibilidade de substituição dos pentes de memória RAM — embora eles sejam de dificílimo acesso.

Cupons de desconto TecMundo: