(Fonte da imagem: Apple Insider)

Após a Samsung ter perdido o direito de vender o tablet Galaxy 10.1 na Alemanha, a batalha legal entre a sul-coreana e a Apple pode fazer uma nova vítima: o Galaxy Nexus, primeiro smartphone com o sistema operacional Android 4.0. Na semana passada, a empresa da Maçã entrou com um pedido de liminar que tem o objetivo de impedir as vendas do novo aparelho nos Estados Unidos.

A companhia de Tim Cook acusa a Samsung de quebrar patentes referentes a recursos como a autocorreção dos textos, a função de deslizar os dedos para desbloquear a tela e as tecnologias de reconhecimento de voz. Dos quatro registros supostamente violados, três foram feitos recentemente, em uma data posterior a setembro de 2011.

As acusações são semelhantes àquelas que a companhia fez à Comissão Internacional do Comercial contra a HTC, que saiu perdedora na disputa. Embora isso abra precedentes para vencer a batalha nas cortes dos Estados Unidos, vale lembrar que uma liminar contra o Galaxy Nexus foi negada recentemente na Alemanha.

Outros aparelhos afetados

Caso a disputa se mostre favorável à Apple, não significa que a Samsung e a Google estarão proibidas de vender o gadget. Teoricamente, ele poderia ser modificado para eliminar qualquer uma das funcionalidades acusadas de infringir propriedades da empresa da Maçã e, assim, acabar de vez com o problema nos tribunais — situação que não seria nada confortável para as fabricantes, já que a situação poderia ser interpretada como uma confissão de que as patentes realmente foram violadas.

(Fonte da imagem: Divulgação/Google)

As reclamações da companhia de Cupertino afetam não somente o Galaxy Nexus, podendo significar o impedimento de vendas de aparelhos como o Galaxy S II Skyrocket, Galaxy S II Epic 4G e os reprodutores multimídia Galaxy 4.0 e 5.0. No caso apresentado, o foco se concentra no Nexus devido ao fato de ele ser um smartphone novo que é bastante aguardado pelo mercado.

Cupons de desconto TecMundo: