Enquanto a WWDC rolava solta em São Francisco, Steve Jobs estava em Cupertino para apresentar ao Conselho da cidade as características do novo quartel-general da Apple. O projeto deve ser completado até o ano de 2015, ou seja, não estamos falando de algo pequenino, mas sim de um grande complexo.

Em meados de 2010, foi noticiado que a Apple havia comprado um terreno de cerca de 100 acres, que antes era de propriedade da HP. É exatamente nesse espaço, em conjunto com os outros 50 acres pertencentes à Apple anteriormente, que o prédio será construído.

Infinite Loop, localização do HQ atual da Apple (Fonte da imagem: Creativebits)

A apresentação começou com Jobs afirmando que a Apple estava “crescendo como grama”, portanto o campus atual, chamado de Infinity Loop, localizado na rua 280 e que comporta cerca de 2.800 pessoas, não é mais suficiente. Mesmo alugando prédios para abrigar outros 6.700 funcionários, o espaço físico não chega ao total necessário para uma companhia em expansão.

Para se ter uma ideia de quanto o complexo pode ser importante para a Apple, a localização do Infinite Loop é, inclusive, o ícone de Mapas do iPhone, como você pode ver na imagem abaixo:

Infinite Loop no Maps (Fonte da imagem: Reprodução/GigaOn)

A nave espacial

De acordo com Jobs “o prédio é magnífico. É um pouco como uma nave espacial, com um lindo local aberto ao meio... um círculo. Um prédio inteiramente curvo”. O complexo será capaz de abrigar 12 mil funcionários, já que serão quatro andares construídos “sem nenhum pedaço reto de vidro”.

A Apple contratou os melhores engenheiros para o projeto, já que o design envidraçado e curvilíneo não é, de longe, um dos mais baratos ou simples de fazer. Já os estacionamentos ficarão no subterrâneo, uma vez que o prédio estará cercado por mais de 6 mil árvores.

Campus da Apple (Fonte da imagem: Reprodução)

Com isso, a Apple aumenta de 20% para 80% a sua área de paisagismo, além 21% em espaço físico em relação ao disponível atualmente. A energia será fornecida por um gerador interno, movido a gás natural e outras energias mais limpas, deixando a energia elétrica da cidade em uso apenas como reserva, quando necessária.

O complexo contará também com um auditório, academia e um refeitório capaz de atender mais de 3 mil pessoas de uma só vez. O prédio será construído tendo em vista a segurança dos funcionários em primeiro lugar.

Antes e depois (Fonte da imagem: Reprodução)

O que o futuro reserva

Uma das apostas é que as apresentações de produtos e a própria WWDC sejam realizadas em Cupertino, e não mais em São Francisco. Jobs comenta que “teremos um auditório, uma vez que realizamos apresentações assim como as de ontem (o lançamento o iOS 5), porém nós tivemos que ir para São Francisco para realizá-la”.

Jobs afirmou ainda que a Apple não planeta oferecer Wi-Fi gratuito na cidade ou construir uma Retail Store por lá. Entretanto, o chefão da Apple afirma: “acredito que vamos trazer muito mais do que apenas Wi-Fi gratuita”.  Caso o projeto seja liberado pelo Conselho, a construção começará no ano que vem.

Cupons de desconto TecMundo: