A Apple anunciou oficialmente que o seu relógio inteligente, o Apple Watch, passará a ser comercializado no Brasil a partir de 16 de outubro, daqui a exatamente duas semanas. A versão mais básica do relógio, na versão Sport prateado de 38 mm vai custar a “bagatela” de R$ 2.899, podendo ser parcelado em até 24 vezes de R$ 131 com juros. À vista, ele sai por R$ 2.609,10.

“Felizmente”, não há diferenças de preço ente as várias cores de pulseira e pintura da parte de alumínio. Isso também vale para o Apple Watch comum e para o Edition, salvo pulseiras com detalhes extras.

Como era de se esperar, o comum e o Edition terão preços bem mais salgados do que o Sport. O modelo mais caro, com caixa em ouro e pulseira com detalhes nesse metal preciso, chegará a impressionantes R$ 135 mil. Isso mesmo R$ 135 mil, o equivalente a US$ 34 mil na cotação atual. Você consegue comprar um pequeno apartamento com esse dinheiro!

Nos EUA, o modelo mais caro custa US$ 17 mil, o que equivale hoje a R$ 67 mil.

Ao todo, a Apple vai vender no Brasil 12 modelos da versão Sport, 20 modelos da versão tradicional e 8 modelos da versão Edition. Confira os preços de cada um e as formas de pagamento parceladas na galeria a seguir.

WatchOS 2

É curioso notar que o Apple Watch chega ao Brasil já depois de ter a segunda versão do seus sistema operacional lançada, o WatchOS 2. Não se sabe se eles virão de fábrica com o novo software ou se será necessário fazer uma atualização posterior, entretanto.

É possível ainda que a Maçã anuncie em breve os preços dos iPhones 6s e 6s Plus no Brasil, assim como dos novos iPads Pro e Mini 4, além da recém-anunciada quarta geração da Apple TV. Será que os valores desses outros produtos serão tão altos quanto os dos relógios?

Cupons de desconto TecMundo: