Logo depois de a Apple colocar à venda o seu primeiro smartwatch, rumores sobre uma segunda geração do dispositivo começaram a surgir. Contudo, somente agora estamos começando saber de detalhes mais consistentes, como a possibilidade de o “Watch 2” ter uma câmera para videochamadas e conectividade WiFi para se tornar mais independente de iPhones.

Sobre a câmera, ela seria usada basicamente para realizar conversas via FaceTime, algo que seria possibilitado pelo WatchOS 2, recém-apresentado pela Apple na WWDC 2015. Não se fala em resolução das imagens ou possibilidade de tirar fotos com ele até o momento.

Já sobre a conectividade WiFi, ela seria crucial para tornar o dispositivo mais independente do smartphone. Seria possível receber informações sobre tempo e outros detalhes de apps nativos diretamente da internet (via roteador) sem a necessidade de intermediários.

Isso tornaria atualizações de informações mais rápidas e também possibilitaria a inserção de uma nova funcionalidade chamada “Find my Watch”. Isso seria feito via triangulação WiFi e permitiria encontrar um relógio perdido em espaços limitados.

Mais modelos

A Apple também estaria trabalhando em novas variações do produto, que seriam lançadas com preços entre US$ 1 mil e US$ 10 mil. Além do mais, a autonomia de bateria permaneceria a mesma, uma vez que a companhia teria confirmado que a maioria dos usuários atuais chega ao fim do dia com 30% ou 40% de carga no relógio.

Pouco se sabe sobre o lançamento do novo aparelho até agora, mas é possível que ele entre em um ciclo parecido com o dos iPhones, com liberações comerciais junto com novas versões do sistema operacional. No caso do WatchOS 2, ele deve aparecer no próximo outono do hemisfério norte, o período de primavera no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: