Não importa se o dispositivo é um mero aparato tecnológico de luxo, um novo modo de ostentar suas riquezas ou uma verdadeira revolução entre os vestíveis, o fato é que as vendas do Apple Watch andam tão bem que mesmo quem não vê a hora de ter um desses no pulso está com dificuldades de achar o produto. Para quem ainda está nessa situação, boas novas: aparentemente, as lojas da Apple nos EUA estão recebendo novas levas do brinquedinho para suprir a demanda do público.

A informação foi levantada por fontes do site BGR, que afirmaram que as Apple Stores dos Estados Unidos estão recebendo uma bela ajuda para recarregar seus estoques. Ainda não se sabe exatamente se essa nova remessa vai servir apenas para atender pedidos já feitos pelos norte-americanos no site da companhia, se vai estar disponíveis para novas compras online a partir de agora ou se finalmente os consumidores vão poder dar um passeio pelo local e levar um Apple Watch para casa – de uma forma bem menos burocrática.

Mesmo que tenha sido lançado oficialmente já há algum tempo, no dia 24 de abril deste ano, o smartwatch ainda é uma peça rara entre o grande público. Para dar uma ideia do sucesso, basta dizer que muitas das pré-compras feitas no início do ano nem chegaram a ser concretizadas em abril ou mesmo maio. Alguns clientes só receberam seus dispositivos no início deste mês, enquanto outros ainda estão na expectativa de finalmente desfilar com o relógio inteligente por aí.

“A resposta ao Apple Watch superou nossas expectativas em todos os sentidos e estamos empolgados em oferecê-lo a mais consumidores pelo mundo”, afirmou Jeff Williams, vice-presidente de operações da Apple, no começo de junho, prometendo que a empresa iria normalizar a situação dos produtos reservados no período de pré-vendas em cerca de duas semanas. Na ocasião, o executivo pediu paciência e afirmou que a ação coincidiria com a venda do dispositivo nas lojas físicas da companhia.

Cupons de desconto TecMundo: