O problema de estoque de vários modelos do Apple Watch parece ter sido parcialmente resolvido. Não, ele ainda não é vendido de forma massiva em lojas físicas da empresa, mas ao menos as encomendas online não estão mais tão exclusivas.

A Apple adiantou a previsão de envio de algumas das variáveis do relógio inteligente para junho — a expectativa inicial era que os relógios só fossem enviados daqui a dois meses. Agora, quase todos os modelos de 42 mm têm previsão de envio para, no máximo, "de 5 a 7 semanas". Alguns da linha Sport também devem ser entregues no mês que vem aos consumidores.

Recentemente, o vice-presidente da Quanta, C.C. Leung, alegou que a companhia já dominou as técnicas de produção do dispositivo e que o serviço deve sair mais rapidamente daqui em diante. A empresa é uma fabricante que fornece componentes para o Apple Watch — e terá mesmo mais trabalho nas próximas semanas, já que o smartwatch não só terá mais pedidos, mas também chegará em mais países.

"A Quanta foi forçada a emprestar mão-de-obra de outras fabricantes e só foi capaz de entregar caras limitadas no primeiro trimestre. Entretanto, a Quanta já tem capacidade suficiente para manufaturar todos os pedidos e deve ver uma enorme contribuição nos negócios de dispositivos vestíveis no segundo trimestre", afirmou C.C. Leung ao site DigiTimes.

Cupons de desconto TecMundo: