O Apple Watch foi lançado oficialmente há pouco menos de duas semanas e, assim como acontece com outros produtos da Apple, já há uma série de empresas desenvolvendo inúmeros acessórios para o dispositivo. Um dos itens mais requisitado dessa primeira leva de produtos terceirizados são as pulseiras customizadas para o smartwatch, que dão aos usuários ainda mais opções para mudar o visual do aparelho. Botando ordem na casa, a Empresa da Maçã publicou na segunda-feira (4) a documentação oficial para a produção dessas peças.

Como as peças podem ser inseridas ou removidas facilmente do relógio inteligente – bastando destravar o conector –, não é de se estranhar que haja um grande mercado pronto para receber itens feitos sob medida para gostos variados do público. Assim, a Apple lançou seu novo programa criado para terceiros, que responde pelo nome de “Made for Apple Watch” (“Feito para o Apple Watch”) e ganhou uma página especial no site oficial da companhia.

Além de prometer a venda futura da pecinha que permite que o as pulseiras sejam anexadas ao dispositivo, a empresa de Cupertino colocou no ar todas as guias necessárias para que os itens sejam feitos conforme as suas especificações. De acordo com o arquivo PDF disponibilizado, o acessório deve obedecer uma série de indicações de medidas e materiais, além de se adequar a especificações ambientais e serem justas o bastante para que o sensor de batimentos cardíacos do Apple Watch fique sempre em contato com a pele do consumidor.

Infelizmente, para muitas fabricantes e desenvolvedores de plantão, a documentação não trouxe qualquer novidade sobre a porta de diagnóstico escondida ou informações mais aprofundadas que ajudariam na produção carregadores melhores para o smartwatch. E aí, quanto tempo será que leva para vermos os periféricos mais malucos sendo criados para o relógio da Apple? Deixe sua opinião mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: