Todo mundo sabe que relógios de luxo de verdade são aqueles feitos na Suíça por marcas tradicionais do país europeu. A Apple, por sua vez, acredita que pode roubar o mercado dessas fabricantes de relógios exclusivos com o seu tão aguardado iWatch. Pelo menos é dessa forma que pensa Jony Ive, o chefe do departamento de design da Apple.

De acordo com o The New York Times, que entrevistou um integrante anônimo da equipe de Ive, o homem por trás da aparência dos iPhones acha que o relógio inteligente da Maçã vai ser tão atraente que a Suíça inteira estaria encrencada, sugerindo que a economia do país é totalmente voltada para relógios de luxo. Arrogância? Imagina…

Será que a empresa vai apostar em uma aparência tradicional como essa?

O que o NY Times diz na verdade é uma transcrição do discurso da fonte anônima. O trecho traduzido segue abaixo:

De acordo com um designer que trabalha na Apple, Jonathan Ive, o chefe de design da companhia, enquanto se gabava do quão legal ele achava a aparência prévia do iWatch, disse com alegria que a Suíça está encrencada. Entretanto, ele escolheu um termo muito mais forte no lugar de "encrencada" para expressar como a nação fabricante de relógios estaria em apuros quando a Apple lançasse o iWatch.

Ou seja, “encrencada” foi uma forma mais educada de dizer que a Suíça poderia perder seu posto de maior fabricante de relógios de luxo. Com isso, podemos concluir que a Apple está preparando um smartwatch memorável ou que Jony Ive está completamente apaixonado por uma de suas criações.

Cupons de desconto TecMundo: