De acordo com a Época Negócios, Bradesco e Itaú já estão em negociações com a Apple para implantarem no Brasil o Apple Pay, o serviço de pagamentos móveis dos iPhones 6 e 6 Plus. Essa função utiliza a tecnologia NFC para informar os dados do cartão na hora do pagamento e, como cerca de 80% das maquininhas da Cielo e da Rede já possuem esse recurso, a implantação no Brasil seria muito simples e absolutamente abrangente.

Cielo e Rede têm atualizado suas máquinas há algum tempo por conta de planos para realizar pagamentos via NFC com apps próprios para smartphones Android. O sistema da Google já dá suporte a isso há muitos anos, mas a gigante das buscas nunca tomou qualquer iniciativa para popularizar o método por aqui. Quem sabe a Apple consiga alguma coisa nesse sentido primeiro.

Internacionalização 

Até o momento, o único país em que o Apple Pay funciona é nos EUA, onde a procura de lojistas por equipamentos para aceitar o novo método está tão grande que a Apple estaria atrasando a expansão internacional. Apesar disso, não há dados concretos acerca dessa adoção supostamente massiva por lá.

Em dezembro de 2014, um vídeo que circulou nas redes sociais mostrava que o Apple Pay já funciona no Brasil por ser um método muito simples. Assim, as máquinas da Cielo e da Rede já conseguem fazer a leitura dos dados dos cartões dos usuários salvos no smartphone. Como o vídeo demonstrou, entretanto, para isso funcionar, o cartão de crédito precisa ter sido emitido nos EUA. Mesmo cartões internacionais brasileiros não são compatíveis.

Cupons de desconto TecMundo: