Quando a Apple anunciou o recurso Apple Pay como algo exclusivo dos Estados Unidos, muitas pessoas se perguntaram se não poderiam fazer com que o serviço funcionasse em territórios além do país do Tio Sam. Acontece que isso é possível, porém com algumas restrições e passos que você deve seguir – testes já foram bem sucedidos em locais como Canadá e Austrália.

Contudo, em primeiro lugar e o ponto mais importante, é preciso que o usuário possua um cartão de crédito que seja essencialmente de um banco dos Estados Unidos (American Express, Bank of America, Capital One), para então ele poder registrar os dados no iPhone e modificar a localização de região do dispositivo para os Estados Unidos. O australiano Beau Giles disse que o Apple Pay é capaz de funcionar perfeitamente com os terminais PayPass e PayWave que existem na Austrália – desde que o cartão de crédito seja compatível.

Beau também comentou que o Apple Pay não está vinculado à conta de iTunes do usuário, porém baseado na região configurada do iPhone. As pessoas podem fazer modificações pelo seguinte caminho: Ajustes> Geral> Idioma e Região > Região. Ao selecionar "Estados Unidos", as transações devem ser permitidas.

No caso da Austrália, por exemplo, o Apple Pay não é compatível com os bancos locais, porém através de cartões de bancos dos Estados Unidos com MasterCard, Visa ou American é possível realizar pagamentos em terminais NFC de PayPass, PayWave e Express Pay, respectivamente. É interessante notar que isso já é possível, mesmo antes de um suporte internacional maior da Apple em relação ao Apple Pay.

Cupons de desconto TecMundo: