Apesar de ter uma excelente base de usuários ao redor de todo o mundo, a Apple ainda quer conseguir explorar melhor os seus rendimentos no mercado fonográfico no streaming (com o Apple Music).  Por isso, a companhia de Cupertino está tentando renegociar os contratos que possuem com as principais gravadoras (Universal, Sony e Warner) — sendo que eles vão expirar no final deste mês.

De acordo com fontes do site Bloomberg, a Apple quer fazer com que sejam repassadas royalties menores do que os pagos atualmente; reduzindo a receita das gravadoras e aumentando o faturamento líquido da própria Apple, é claro. Vale dizer que o avanço do Apple Music e a desaceleração da queda do iTunes podem fazer com que as gravadoras estejam mais abertas às renegociações.

É claro que o Spotify continua liderando o mercado de streaming com folga — e esse poder de barganha já ajudou o serviço a conseguir ótimos acordos com a indústria da música e renegociações com as mesmas gravadoras procuradas pela Apple —, mas o relacionamento da Apple com as gravadoras sempre foi bem amistoso.

Será que ela vai conseguir reajustar os valores negociados?

Cupons de desconto TecMundo: